Processos

7 motivos vão te convencer a automatizar sua produção de suínos

7 motivos vão te convencer a automatizar sua produção de suínos

Não é novidade que a automação de processos industriais é uma tendência irreversível, com a qual empresários e trabalhadores do mercado de carne suína terão que lidar nos próximos anos.

Devido à capacidade de reduzir custos, aumentar a produtividade e garantir a qualidade sensorial e microbiológica da carne, a automação da produção é, talvez, a única opção para negócios que buscam sobreviver hoje no mercado.

Por que automatizar a produção de suínos?

Quando falamos de automação, é comum as pessoas a associarem a grandes investimentos (exclusividade de gigantes multinacionais) e equipamentos de última geração, praticamente inacessíveis para pequenos e médio empresários brasileiros.

Porém, com o avanço nas tecnologias de automação e maior acesso ao crédito por parte dos empresários brasileiros, especialmente do setor agrícola e pecuário, é seguro afirmar que toda empresa, hoje em dia, consegue automatizar em algum nível a produção de carne suína.

Afinal, motivos para investir em automação não faltam.

  1. Maior controle sobre a produção de acordo com a demanda;

  2. Menos desperdício de insumos, matérias-prima e carne;

  3. Maior produtividade a partir de um menor custo operacional;

  4. Garantia de higiene e limpeza durante toda a operação;

  5. Cumprimento das Boas Práticas de Fabricação (BPF);

  6. Maior qualidade do produto final;

  7. Maior vantagem competitiva devido o menor custo de produção.

Segundo Fernanda Ibiara, professora da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp (Universidade Estadual Paulista), a automação completa da suinocultura no Brasil é só uma questão de tempo até que os empresários vejam o valor no investimento.

“A automatização de fazendas já é uma realidade na Europa e nos Estados Unidos e está presente em grande parte dos sistemas de produção. No Brasil é preciso aprimorar o conhecimento, além de difundi-lo e promover a troca de experiências, incentivando assim o crescimento dos setores envolvidos.”

Gostou do artigo? Compartilhe-o nas suas redes sociais e nos ajude na divulgação de conteúdos úteis e relevantes para os produtores brasileiros de suínos!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *